Pedro Rocha Martin

+ New Media Artist
+ Creative Developer
+ Art Director

SOBRE


Como aproximador convidativo Pedro Rocha Martin acompanha as oscilações e frequências que conflituam o mundo contemporâneo, busca e investiga maneiras de nutrir o campo relacional entre as realidades, as construções de símbolos, e as diversas esferas culturais.

Artista multimídia brasileiro, bacharelando em Artes Visuais na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, elenca em seu trabalho uma leitura atrelada ao envolvimento e à entrega do receptor. Em múltiplas plataformas compartilha a função de produtor na maneira de interagir e se relacionar com sua obra. Pedro se mune da linguagem audiovisual como suporte diretriz do desenvolvimento de seu trabalho e ferramenta de estudo e autoconhecimento, aliado ao uso desmistificador das novas mídias digitais assim como da eletrônica analógica, procura se comunicar direta e indiretamente com a carga subjetiva do receptor.

BIO


Tem o início de sua trajetória na experimentação audiovisual, trabalhando como montador e finalizador de vídeo, onde desde 2008 adquiriu uma experiência que o acompanha na construção de um olhar artístico curioso para o mundo. De 2013 até 2015, participa como assistente de direção da equipe da RITO Entretenimento Inteligente, trabalhando com produções audiovisuais e direção de palco e atores. Ainda em 2015 participa da produção do curta metragem argentino Suave Mariposa, na finalização de efeitos visuais, e composição da trilha original. Começa no mesmo ano uma pesquisa em eletrônica voltada para sua produção artística, em paralelo a desdobramentos práticos desta pesquisa se originam alguns de seus futuros trabalhos onde investiga som, luz, vídeo, e suas relações. Seguindo nessa busca e transitando por entre formatos realiza em 2018 a performance "GlitchLab", e no começo de 2019 a instalação "INSTANTE: retro-olho", na AntiExpo - Descuradoria Urbana. Também em 2019, participa da residência artística premiada no 13º Prêmio Açorianos de Artes Plásticas "As coisas que são ditas antes. Ocupação. Residência. Exposição", na Casa Baka, com a instalação "os olhos que me viram antes que eu te visse".


PROJETOS


CONTATO


pedrorcontato@gmail.com